MAKE X DO: E AÍ, QUAL EU USO?

Em português, fazer é fazer! Não importa o quê. A gente simplesmente pensa no que vai fazer e o verbo está lá para montarmos a frase; prontinho, é só usar. No inglês, porém, não é bem assim. Temos dois verbos que, quando traduzidos de forma literal, resultam no nosso “fazer”. São eles: “to make” e “to do”. Mas quando devo optar por um ou por outro? Não sabe? Ah, então você está no lugar certo. O Blog da Focus vai te dar dicas para você saber quando deve usar cada um deles.

Vamos lá: para contextualizar, imagine que o verbo “to make” se trata do ato de  produzir algo;  do processo, do produto. Ou seja, utilizamos “to make” quando algo é construído; criado. Por outro lado, o “to do” é utilizado quando uma ação é começada e terminada ou para substituir um verbo evidente em uma frase.

Vejamos alguns exemplos:noise

My son makes too much noise at night. (Meu filho faz muito barulho à noite) – Nesta frase, o make está conjugado na terceira pessoa do singular e no simple present, portanto, recebe um s no final. 

My mother made a delicious chocolate cake for breakfast. (Minha mãe fez um delicioso bolo de chocolate para o café da manhã) – Note que o make está conjugado no simple past e como é um verbo irregular, se transforma em made.

Perceba que nas duas frases existe um processo de construção; criação, além de efetiva ação do sujeito neste processo.

homework

I have to do my homework. (Eu tenho que fazer minha lição de casa)

We intend to do business with Mr. Petterson. (Pretendemos fazer negócio com o sr, Petterson)

Sarah is gonna do the dishes. (Sarah vai lavar a louça) – Nesta frase, o verbo “to do” faz o papel do verbo “to wash“, implícito na frase. 

Vamos deixar uma listinha abaixo, que vai facilitar sua vida na hora de escolher entre make e do:

Quando “to make” deve ser usado:

  • To make plans (fazer planos)
  • To make a choice (fazer uma escolha)
  • To make a pie (fazer uma torta)
  • To make the bed (arrumar a cama)
  • To make a suggestion (fazer uma sugestão)
  • To make friends (fazer amigos)
  • To make a call (fazer uma ligação)
  • To make a payment (fazer um pagamento)
  • To make videos (fazer vídeos)

Quando o “to do” deve ser usado:

  • To do exercises (fazer exercícios)
  • To do a research (fazer uma pesquisa)
  • To do the dishes  (lavar a louça)
  • To do the homework (fazer a lição de casa)
  • To do a favor (fazer um favor)
  • To do the list (fazer a lista)
  • To do the hair (“fazer” o cabelo)
  • To do business (fazer negócio)
  • To do a job (fazer um trabalho)
  • To do the laundry (lavar a roupa)

Só pra ficar bem claro:

do make2

Acho que agora ficou mais simples entender como funcionam esses dois verbos, não é mesmo? Já fez confusão ao usar um dos dois? Comenta aí embaixo!

Até o próximo post!

Autor: Fernando Moreira

Professor de português e inglês, tradutor, responsável pela criação e revisão de conteúdo da Focus, apaixonado por games e colecionador de livros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s